08/06/2020

Corona Office ¿Como é trabalhar em tempos de pandemia?

Na segunda edição do Opinaia Lab, apresentamos os resultados do nosso estudo recente sobre a experiência de trabalhar em casa em tempos de pandemia. Os dados obtidos nesta pesquisa nos permitem pensar um pouco mais sobre como essa nova realidade é vivida, os medos que aparecem e quais são as principais preocupações sobre o que […]

Na segunda edição do Opinaia Lab, apresentamos os resultados do nosso estudo recente sobre a experiência de trabalhar em casa em tempos de pandemia. Os dados obtidos nesta pesquisa nos permitem pensar um pouco mais sobre como essa nova realidade é vivida, os medos que aparecem e quais são as principais preocupações sobre o que seria o retorno à nova realidade do trabalho.

Que a situação pegou muitas empresas desprevenidas e sem preparação adequada, já é do conhecimento de todos. Por isso, destacamos a importância de realizar medições hoje, realizando uma análise aprofundada e da mãos dos profissionais para avaliar o nível de sucesso das diferentes metodologias de trabalho que foram incorporadas até o momento. Isso nos permite ter dados precisos e valiosos para tomar melhores decisões, a fim de planejar como trabalhar nesta nova normalidade.

Citado tantas vezes, mas sem perder a validade, Peter Ducker apontou “O que não é medido, não pode ser melhorado”.

Estes foram os principais tópicos que analisamos neste webinar:

-Home Office vs trabalho em casa

-Como as empresas e funcionários estavam preparados para trabalhar remotamente

-Como está funcionando atualmente O que precisamos fazer para nos preparar para o novo normal -Quais são as expectativas sobre essa nova normalidade

Compartilhamos a apresentação completa para aprofundar esses tópicos.

Guillermo Rivas

Guillermo Rivas

Director de Research

Linkedin Mail

Mais postagens

Miniatura

27/05/2020

Opinaia Lab: ¿Como estão as PMEs hoje?

Na primeira edição do OPINAIA LAB, um ciclo de webinars dedicados à dissem... Seguir leyendo

Para não perder nossas pesquisas futuras, siga-nos em nossas redes: